Medir e administrar o sucesso de uma clínica odontológica pode parecer uma tarefa complicada para muitos profissionais da área da saúde pela dificuldade de entender e aplicar conceitos básicos do ambiente de negócios.

Para começar, toda empresa é um sistema integrado por pessoas, recursos econômicos, financeiros, materiais e tecnológicos que interagem com a sociedade para atender suas necessidades, anseios e expectativas. Por ser remunerada por resultados econômicos, as empresas carregam indicadores importantes e, dentre os conceitos mais básicos de custos x receita estão o cálculo de indicadores importantes como custo fixo, custo variável, margem de contribuição e ponto de equilíbrio.

Vamos imaginar uma confeitaria que vende bolos de chocolates e cobra R$ 100 por cada item vendido, com um custo variável de R$ 25 (massa, recheio, embalagem, etc.). No fim do mês, ela precisa de R$ 25 mil para bancar seu negócio. Então, sua margem de contribuição é de R$ 75 (100-25) e seu ponto de equilíbrio é de 333 bolos (25000/75). Isso significa que, vendendo 333 bolos por mês, a confeitaria conseguirá pagar suas contas.

Esse exemplo simples mostra a forma aplicada de indicadores muito importantes para uma clínica odontológica e que poucos dentistas se preocupam em mapear. Se esses conceitos não estão claros para você, os tópicos abaixo vão ajudar no seu dia a dia:

Custos fixos

São todas as despesas necessárias para manutenção de uma empresa, mesmo quando ela não está vendendo ou prestando algum serviço. Nessa categoria, incluímos tudo aquilo que você continua pagando mesmo quando está de férias, porque esses gastos não se alteram com a produtividade da empresa.

Custos variáveis

São as despesas necessárias para produzir ou prestar um serviço. Elas estão diretamente relacionadas à prestação do serviço e aumenta conforme o volume de trabalho e/ou procedimentos realizados.

Margem de contribuição

É a parcela de contribuição financeira que temos para cada serviço prestado, que representa quanto você tira do preço cobrado para pagar os custos fixos do seu negócio. Esse indicador é calculado pela diferença entre preço de venda e o custo variável.

MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO (MC) = PREÇO - CUSTO VARIÁVEL

Ponto de equilíbrio

O ponto de equilíbrio é o número de vendas necessárias para cobrir todos os custos fixos da empresa. No nosso caso, seria o número de consultas que precisamos para ficar no zero a zero, sem ter lucro nem prejuízo. Esse indicador é obtido a partir da divisão do custo fixo pela margem de contribuição.

PONTO DE EQUILÍBRIO = CUSTO FIXO MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO

São conceitos muito simples que podem fazer uma grande diferença na administração da sua clínica ou consultório. Então não perca tempo, faça os cálculos e melhore sua estratégia para lucrar mais!