Sabemos que maior parte do tempo do dentista é gasta dentro do consultório, atendendo seus paciente. Por isso, é muito importante planejar horários, organizar a agenda e dar a devida atenção para isso - afinal, não adianta ter tudo organizado apenas no papel.

Para ajudar com esse planejamento, separamos quatro pontos determinantes que vão fazer seu dia ser mais proveitoso e seu tempo valer muito mais.

Pontualidade

Respeitar os horários marcados para as consultas é um dos fatores mais importantes tanto para o seu dia quanto para o seu paciente. Um pequeno atraso pode impactar negativamente em toda a sua agenda, comprometer sua credibilidade e prejudicar a percepção que o cliente tem sobre a qualidade do seu atendimento.

Para evitar que uma consulta atrase o atendimento do próximo paciente, é interessante deixar uma folga entre os horários. Assim você consegue compensar possíveis atrasos ou finalizar procedimentos que tomaram mais tempo que o esperado, afinal, imprevistos sempre acontecem!

Duração das consultas

Outra coisa importante é planejar o tempo de duração das consultas, levando em consideração o tipo de tratamento que será realizado - não adianta prever 15 minutos para atender o paciente se, na verdade, o procedimento dura mais de 40 minutos. O jeito mais eficiente de estimar a duração de uma consulta é elaborar um plano completo do tratamento individual, no qual você pode programar o que será feito em cada atendimento.

Ajude seu paciente a ser pontual

Além de ser pontual e planejar a duração das suas consultas, é preciso que os seus pacientes também cumpram os horários. Para ajudar com isso, você pode entrar em contato pelo telefone ou enviar lembretes por mensagem, e-mail ou WhatsApp. Isso evita que eles se esqueçam da consulta, gera um senso de responsabilidade e ajuda a monitorar possíveis atrasos.

Determine uma tolerância para atraso

Determine um tempo de tolerância de atraso (levando em consideração aquela folga entre uma consulta e outra) e informe seu paciente ao agendar o horário dele. A menos que o atraso não afete o próximo paciente da agenda, recomenda-se que você não atenda a pessoa que extrapolar o período de tolerância e tente remarcar a consulta dela para outro dia ou encaixá-la em uma brecha de horário que não atrapalhe nenhum outro paciente. Assim, você consegue garantir sua pontualidade e a satisfação dos seus clientes!